A Associação Americana de Nutrição e Dietética ratifica que as dietas vegetarianas são saudáveis

A Academia Americana de Nutrição e Dietética (AAND), a mais prestigiosa associação de nutricionistas no mundo, publicou a atualização de 2016 de seu Posicionamento Oficial em relação às dietas vegetarianas, emitido pela primeira vez em 1987 e renovado periodicamente

Com mais de 100 referências bibliográficas, a posição atual da AAND resume os dados mais atualizados publicados na literatura científica deste âmbito.

No posicionamento de 2016, como em todos os anteriores, ratifica-se que as dietas vegetarianas (as dietas lacto-ovo-vegetarianas e veganas) são saudáveis, ajudam a prevenir e a tratar de forma não farmacológica as doenças crônicas mais comuns, e são sustentáveis do ponto de vista ambiental. Estas dietas não apenas são adequadas para todas as etapas do ciclo vital (gravidez, lactação, idade pediátrica, etc.), como também são eficazes na redução de riscos de cardiopatia, hipertensão, diabetes mellitus tipo 2, obesidade e alguns tipos de câncer.

A alimentação vegetariana é proposta cada vez mais como um modelo alimentar alternativo apoiado em princípios éticos, de saúde e ecológicos. Neste contexto, a Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER), em colaboração com a Università Politecnica delle Marche (Itália), oferecem, desde o ano Acadêmico 2010/2011, o Mestrado em Nutrição e Dietética Vegetariana.

O Mestrado, único na Europa, nasce da necessidade de formar profissionais da saúde que possam satisfazer as necessidades de clientes e pacientes com profissionalismo e sensibilidade humana e, principalmente, proporcionar os conhecimentos oportunos e corretos a quem esteja interessado em seguir este caminho nutricional com uma adequada compreensão dos princípios teóricos e práticos que as bases da alimentação vegetariana representam em todas suas variantes, assim como suas implicações clínicas na prevenção e no tratamento das principais patologias crônico-degenerativas.

O Mestrado em Nutrição e Dietética Vegetariana, durante estes anos, respondeu a crescente demanda, oferecendo aos profissionais as ferramentas para responder à suas exigências e às de quem prefere seguir este tipo de alimentação.

Adequando-se às posições publicadas por organizações internacionais de alto nível científico, o Mestrado em Nutrição e Dietética Vegetariana é um ponto de referência para profissionais da nutrição, já que coloca a disposição um sistema de formação e competências ágil e efetivo neste ramo particular das Ciências da Alimentação.

Consulte o Position Paper da AAND de 2016 no seguinte link:
http://www.andjrnl.org/article/S2212-2672(16)31192-3/fulltext

O posicionamento oficial da Academy of Nutrition and Dietetics (AAND) foi adotado pela primeira vez pela Câmara de Representantes dos Estados Unidos em 18 de outubro de 1987, e reafirmado em 12 de setembro de 1992, em 6 de setembro de 1996, em 22 de junho de 2000, em 11 de junho de 2006 e em 19 de dezembro de 2012.

Mais informação sobre o Mestrado em Nutrição e Dietética Vegetariana em: