Maurizio Battino entrevistado pela “International Journal of Molecular Sciences”

Maurizio Battino entrevistado pela “International Journal of Molecular Sciences”

Muarizio Battino, Diretor da FUNIBER Itália e Diretor da área de Saúde e Nutrição da Fundação, foi entrevistado pela prestigiosa revista científica “International Journal of Molecular Sciences”

Maurizio Battino, que recentemente foi reconhecido pela Thomson Reuters como um dos pesquisadores mais influentes do mundo durante o ano de 2015, foi entrevistado pela “International Journal of Molecular Sciences” para apresentar o trabalho que foi desenvolvido junto com sua equipe de pesquisa, “The Bioenergetics Group”, a respeito dos compostos bioativos naturais e seu papel em mitigar os efeitos do estresse oxidativo.

Na entrevista, o Dr. Maurizio aponta que começou a se interessar pela Nutrição há mais de 25 anos, graças aos professores Giorgio Lenaz, da Universidad de Bolonia (Itália), e Jorge Mataix, da Universidad de Granada (Espanha). Neste âmbito, o especialista em Bioenergética destaca que os primeiros estudos que realizou no campo foram a respeito dos efeitos da ingestão de azeite de oliva extra virgem sobre as funções e propriedades mitocondriais.

Do mesmo modo, no artigo referenciam-se os descobrimentos mais importantes que o Diretor da área de Saúde e Nutrição da FUNIBER fez ao longo de sua trajetória profissional, como o papel dos antioxidantes como possíveis ferramentas para a melhora das doenças crônicas e a evidência que os antioxidantes naturais podem intervir em outras atividades nem sempre ligadas a suas propriedades principais, como no bem-estar das células e na saúde, com mecanismos que frequentemente são independentes da natureza antioxidante da molécula, assim como se referenciam os projetos em que está trabalhando atualmente com sua equipe de pesquisa.

O Diretor da FUNIBER Itália, também indica que as próximas pesquisas a respeito dos compostos bioativos naturais consistirão em produzir alimentos com maiores quantidades de tais compostos. Neste sentido, o grupo de pesquisa liderado pelo Dr. Maurizio patenteou uma variedade de morango com 8 vezes mais conteúdo de folato que os morangos que se comercializam, e isto abre espaços muito interessantes para a integração natural na dieta cotidiana.

Por último, Maurizio Battino destaca a necessidade de dedicar mais ajuda à pesquisa, em concreto em estudos para prevenir doenças mitocondriais. Além disso, deixa um conselho para os futuros pesquisadores no campo da Nutrição e da Saúde, “é um campo muito competitivo, apenas as novas ideias, inovadoras e criativas têm possibilidades de sobreviver: ser rigorosos, mas imaginativos”.

Para ler a entrevista completa acesse o seguinte link:

Links relacionados: