FUNIBER e UCLM unem-se para apoiar o desenvolvimento sanitário de Angola

FUNIBER e UCLM unem-se para apoiar o desenvolvimento sanitário de Angola

A Fundação Universitária Ibero-americana (FUNIBER) e a Universidade de Castilla-La Mancha (UCLM), na Espanha, assinaram um acordo pelo qual se unem para promover a enfermagem em Angola, através da Universidade Internacional do Cuanza, bem como para fornecer recursos aos hospitais angolanos.

Santos Gracia Villar, presidente da FUNIBER, e Begoña Polonio López, reitora da Faculdade de Ciências da Saúde que a UCLM tem em Talavera de la Reina (Toledo), assinaram um acordo para apoiar a formação de enfermeiras na Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Internacional do Cuanza (UNIC), localizada no centro de Angola. Essa entidade educacional, pioneira na oferta de cursos regulamentados de enfermagem no país africano, teve um forte impulso da FUNIBER desde sua fundação em 2021.

Com este pacto, as duas instituições espanholas unem forças para apoiar o esforço de modernização educacional e sanitária promovido pela UNIC no coração da África. Nesse sentido, o campus angolano conta com a experiência do Dr. Francisco Martín Rodríguez, um dos maiores especialistas no combate ao Ebola, doença que combate há cinco anos em terras africanas. Por isso, quando a UNIC pensou em criar uma licenciatura em Enfermagem, juntou-se ao projeto este médico e enfermeiro espanhol que, por sua vez, incorporou-se também a UCLM.

Assim, no passado mês de setembro, deslocou-se à Angola o Dr. José Luis Martín Conty, vice-reitor de Enfermagem da Faculdade Castelhano-La Mancha e especialista em reanimação cardiopulmonar básica. Ali, o doutor pôde constatar a importância da formação ministrada pela UNIC, cuja Faculdade de Ciências da Saúde pretende formar 500 futuros enfermeiros por curso. Tal volume de alunos é especialmente relevante em um país como Angola, com mais de 32 milhões de habitantes que necessitam de uma maior oferta de profissionais de saúde.

Para isso, no quadro destas colaborações, prevê-se a construção de pontes através do intercâmbio de estudantes entre a UNIC e a UCLM, para que os diplomados deste último centro se desloquem à universidade africana para formar futuros enfermeiros em Angola. Da mesma forma, pretende-se formar o pessoal de saúde angolano no uso de novas tecnologias e material cirúrgico moderno. Além disso, a FUNIBER e a faculdade de Talavera colaborarão no fornecimento de recursos aos hospitais do país africano.

Com a assinatura do convênio, o Dr. Gracia Villar declarou: “Para a FUNIBER, este convênio com a Faculdade de Ciências da Saúde de Talavera representa um novo marco em nosso forte compromisso social, cultural, educacional e científico com a África em geral e com Angola. especial. Temos a certeza que juntos contribuiremos para a formação de grandes profissionais angolanos, país com uma juventude dotada de grande talento e espírito de conhecimento”, frisou o presidente da FUNIBER.

Este slideshow necessita de JavaScript.